• Rita Cachaço

As Sementes da Saúde


Agora que estamos quase todos de férias, pensei em escrever-vos sobre as sementes que podemos usar diariamente em receitas mais leves ou comer como pequenos snacks.

E porque nesta altura nos apetece comer mais saladas, sumos frescos, batidos e até iogurtes, as sementes são uma excelente opção para enriquecer a nossa alimentação, uma vez que têm inúmeros benefícios para o nosso organismo.

As mais usadas e conhecidas são: chia, linhaça, papoila, girassol, abóbora, sésamo… e encontram-se à venda na maior parte dos supermercados. Mas há que ter alguns cuidados, por exemplo, a linhaça deve ser consumida moída e a chia deve ser previamente demolhada, uma vez que o seu tamanho aumenta bastante no nosso estômago se consumida diretamente do pacote.

Existem milhares de receitas e utilizações e tenho a certeza que mal comecem a usar as sementes na vossa alimentação, nunca mais vão parar. Desafio quem já as consome a partilhar receitas e a ensinar os seus truques :)

Foto: http://semente-veg.blogspot.pt/p/ingredientes-base.html

Breve resumo das propriedades das sementes:

A chia tem a capacidade de absorver 12 vezes o próprio peso em água, daí ser usada também pelo seu efeito saciante. Esta pequena semente é composta por ómega 3, cálcio, magnésio, manganês, proteínas, fibras e antioxidantes.

As sementes de linhaça são muito ricas em fibras e ácidos gordos, magnésio e fósforo. São usadas em pão, molhos, saladas, sandes e batidos. Sugestão: juntar a linhaça moída ao molho vinagrete.

As sementes de papoila são muito ricas em ferro, ómega 3, fibra e proteínas e têm inúmeras utilizações, como calmante em casos de ansiedade e nervosismo ou para atenuar insónias.

As sementes de girassol além de deliciosas e carnudas, podem ser consumidas como snacks entre refeições. Ricas em tiamina (vitamina B1), fósforo e magnésio, ajudam também na digestão.

As sementes de abóbora têm um sabor muito agradável e são as maiores sementes desta seleção. São uma fonte rica de proteínas, ferro, vitaminas do complexo B, vitamina E, além de fibras (que ajudam e muito no bom funcionamento do intestino). É também indicada para combater a hipertensão, por conta do alto teor de potássio.

E, por fim, as sementes de sésamo: saborosas e muito versáteis pelas suas inúmeras utilizações gastronómicas, são uma boa fonte de proteínas e cálcio além de conterem ferro e niacina, garantindo uma boa formação e conservação de ossos e dentes. Eficazes no combate ao colesterol e à prisão de ventre, têm também um papel importante na transmissão nervosa.

Fontes: http://visao.sapo.pt/ambiente/cidadeseconsumo/sementes-para-depenicar=f729345

http://semente-veg.blogspot.pt/p/ingredientes-base.html


198 visualizações